the hands show the way of the heart

Image Slider

Valborgsmässoafton

On
April 30, 2011


Valborgsmässoafton. Noite de Walpurgis. A celebração da Primavera!

Hoje recebi um pequeno e-mail da Ingrid, uma amiga  que conheci na Suécia.
Ela escreveu-me: "primeiro dia, esta noite fazemos fogos grandes na Suecia, e um tradicao muito velho......"

A Ingrid estava feliz e eu também fiquei porque, apesar de só ter estado com ela uma vez, ela deixou-me uma marca. Como todas as pessoas especiais, ela carrega consigo uma pequena chama que se consegue ver se nos aproximarmos. E conversar com ela durante umas horas, numa tarde chuvosa em Estocolmo, foi muito bonito. Foi inesquecível.

A Ingrid tem 64 anos, um maravilhoso olhar e tantas, tantas histórias para contar.

Eu espero ser assim um dia.

::

Valborgsmässoafton. Walpurgis Night. The celebration of spring!

Today I received a short e-mail from Ingrid, a friend I met in Sweden.

She wrote me: "the first day, tonight we make large fires in Sweden, it's a very old tradition ......"

Ingrid was happy and because of that I felt happy too, despite only having been with her ​​once, she left me a mark. Like all special people, she carries a small flame with her that you can see if we come closer. And talking with her for a few hours on a rainy afternoon in Stockholm, was very beautiful. It was unforgettable.

Ingrid has 64 years old, a great gaze and many, many stories to tell.

I hope to be like that someday.

Tour

On
April 30, 2011


É como se chama esta maravilhosa cadeira do designer português Rui Alves.

::

"Tour" is the name of this incredible chair of the portuguese designer Rui Alves.

Like

On
April 30, 2011


(por vezes tenho vontade de escrever e dizer like, como se a vida também tivesse um botão desses.)

::

(sometimes I feel the need to write and say like, as if life also had a button like that.)

Norberto Lobo

On
April 30, 2011



::

O melhor

On
April 30, 2011


Juno.

Screen printed

On
April 29, 2011

The King of Limbs

On
April 29, 2011

Adoro o jornal criado por Stanley Donwood para o albúm "The King of Limbs" dos Radiohead.


::

I love the newspaper created by Stanley Donwood for the album "The King of Limbs" by Radiohead.

Open session

On
April 27, 2011


Estou apaixonada por isto.

::

I'm in love with this.

How it happens

On
April 27, 2011

"I'll Show you how it happens" é um livro de 1948.
Mais imagens impressionantes aqui.

(tenho sempre curiosidade de saber como e porque é que as coisas acontecem)


::

"I'll show you how it happens" is a book from 1948.
More impressive images here.

(I always wondered how and why things happen)

Domingos

On
April 25, 2011

No domingo fui visitar o meu primote Francisco que nasceu há 2 semanas. No regresso a casa, voltei pelo caminho mais longo só para poder conduzir por mais tempo. Patrick Watson tocava na Radar e o céu de Lisboa estava assim.

::

On Sunday I went to visit my little cousin Francisco who was born two weeks ago. Returning home, I went through the longest way just to drive longer. Patrick Watson was playing on Radar radio and the sky of Lisbon was like this.

Hide and seek

On
April 25, 2011

{Palácio de Queluz}

Os meus irmãos a brincar às escondidas.

::

My brother and sister playing hide and seek.

Nazaré

On
April 25, 2011

Dia 23 de Abril foi o dia do meu aniversário.
Saímos cedo de casa e fomos passear até às Caldas da Rainha, Nazaré e Óbidos.

Foi um dia maravilhoso!

É muito bom sentir que fazemos parte de um lugar. Que estamos representados nas paredes, no ar, nas pessoas.

... 


Enquanto passávamos junto à praia, a minha mãe, julgando que a senhora que vendia o peixe falava com ela, perguntou: "diga?!" A senhora respondeu: "não é nada filha, estava a falar com as gaivotas."

::

April 23 was my birthday.
We left the house early and went up to Caldas da Rainha, Óbidos and Nazaré.

It was a wonderful day!

It's great to feel we are part of a place. We are represented on the walls, on the air, in people.

...

As we walked along the beach, my mother, thinking that the lady who was selling the fish was talking to her, asked: "excuse me?!" The lady replied, "it's nothing my daughter, I was talking to the seagulls."

Caminhando...

On
April 25, 2011

Pelas ruas de Lisboa. Como eu...
E em dias cinzentos, eu tento lembrar-me: "O correr da vida embrulha tudo. A vida é assim: esquenta e esfria, aperta e daí afrouxa, sossega e depois desinquieta. O que ela quer da gente é coragem."

::

Through the streets of Lisbon. Like me...
And in gray days I try to remember: "The running of life wraps up everything. Life is this: heats and cools, tightens and then looses, calms and then disquiet. What she wants from us is courage."

Rainy Days

On
April 25, 2011

{Castelo de Mouros, Sintra}

5ª feira passei o dia em Sintra com a Natasha.
Choveu durante todo o dia e, talvez por isso, o verde parecia mais verde que o habitual.

::

Thursday I spent the day in Sintra with Natasha.
It rained all day, and maybe because of that it looked like the green was greener than usual.

His name is Bill

On
April 20, 2011


“Não acho que haja gratificação narcísica em estar no palco. Só tentar tocar direito e cantar ao mesmo tempo ocupa 90% do espaço mental. Se pudesse esconder a cara escondia, mas aí ia falar-se mais disso do que simplesmente surgindo e cantando. Se quer que seja honesto, a razão por que actuo é simples: acredito que um concerto pode ser um acontecimento transcendente”. (Bill Callahan, Ípsilon de sexta-feira)

{Bill Callahan é sempre bom de ouvir. Mas está no meu top 10 das mais ouvidas durante os banhos de imersão em que às vezes me afogo.}

::

"I do not think there's narcissistic gratification in being on stage. Just try to play well and sing at the same time occupies 90% of mental space. If I could hide my face I would, but then people would talk about more of that than if just appearing and singing. If you want me to be honest, the reason why I act is simple: I believe that a concert can be a transcendent event. "(Bill Callahan, in Ípsilon)

{Bill Callahan is always good to hear. But it is in my top 10 of most heard during the immersion baths in which sometimes I drown.}

Ser melhor

On
April 20, 2011

Depois de ler este livro fiquei com a sensação de que preciso de ajuda.
Organizar o meu portfolio tem-se revelado mais difícil do que esperava e agora olho para a quantidade de coisas que tenho feito até aqui e que são muitas, mas percebo, não têm praticamente nenhuma coerência ou ligação entre si.

Não sei se estou a ser demasiado exigente comigo mesma ou se estarei apenas a ser realista. Mas, definitavamente, preciso de encontrar alguém que me oriente. E não parar de tentar ser melhor. A insatisfação no trabalho tem-me levado sempre a bons lugares.

{design de Paul Rand, de quem já tinha falado aqui. via this isn't hapiness}

::

After reading this book I got the feeling that I need help.
Organize my portfolio has proved to be more difficult than expected and now when I look at the amount of things I've done so far (and they are many), I realize, they don't have almost no coherence or connection between them.

Dont know if I'm being too demanding with myself or if I'm just being realistic. But definitely, I need to find someone to guide me. And I can't stop trying to be better. The insatisfaction at work has always led me to good places.

{design by Paul Rand, of whom I had spoken here. via this isn't hapiness}

Loucura

On
April 19, 2011


No outro dia estava a ouvir a Clara Ferreira Alves dizer que os portugueses são todos um bocadinho histriónicos e, por qualquer motivo, não consegui esquecer-me disso. Fiquei a pensar que talvez isso seja parte do nosso encanto. Tal como diz Deleuze: "o verdadeiro charme das pessoas reside em quando elas perdem as estribeiras."

Quero fazer algumas experiências gráficas sobre isso :)


::

The other day I was listening to Clara Ferreira Alves (portuguese journalist) saying that the Portuguese are all a little histrionic, and for whatever reason, I could not forget it. I was thinking that maybe this is part of our appeal. As Deleuze says: "The real charm of people lies on when they lose their temper."

I want to make some graphic experiences on this :)

Layers

On
April 19, 2011

The dreamers

On
April 18, 2011

{1,2,3}

Estou absolutamente pasmada com este filme que me apareceu a meio do zapping como um presente.

Encontrei novamente Louis Garrel num surpreendente e estranho triângulo amoroso. Maravilhei-me mais uma vez com os infindáveis recursos artisticos de Michael Pitt. Conheci a estonteante Eva Green. E deixei que Bertolucci me transportasse (tal como em "Sheltering Sky" e em "O Último Tango em Paris") para um lugar onde os meus medos e o entusiasmo se misturam.

The Dreamers é tão tão bom! A todos os níveis...


::

I am absolutely amazed with this movie that appeared to me in the middle of zapping as a gift.

Found Louis Garrel again in a surprising and strange love triangle. Stood once again marveled with the endless artistic features of Michael Pitt. Met the stunning Eva Green. And I let Bertolucci carry me (as in "Sheltering Sky"and "Last Tango in Paris ") to a place where my fears and excitement mixed.

The Dreamers is so so good! At all levels ...

Teresa Q.

On
April 17, 2011

Teresa Queirós, incrível fotógrafa.
Estas são algumas das minhas favoritas.


::

Teresa Queirós, amazing photographer.
These are some of my favorites

About books

On
April 16, 2011




Mais uma vez, perguntei a mim mesma quais são as possibilidades da literatura? Quais são as possibilidades do papel?
Estas parecem ser infinitas e sempre surpreendentes.

A Visual Editions publica livros que usam uma escrita visual, escrita que usa elementos visuais como sua parte integrante: fotografias, páginas brancas, cortantes ou algo nunca visto. Estes elementos são a chave da história que está a ser contada e sem eles essa história não seria a mesma.

Acho que, como a maioria dos projectos interessantes, este começa com uma pergunta: porquê?
Porque é que existe uma divisão tão grande entre os livros de design, baseados em imagem e livros de literatura, baseados em texto?

"Tree of Codes" é um livro de Jonathan Safran Foer produzido na sua totalidade com a técnica de die-cut (ou cortante).
Vale a pena ver os vídeozinhos.


::

Once again, I asked myself what are the possibilities of literature? What are the possibilities of paper?
These seem endless and always surprising.

Visual Editions publishes books that use a visual writing, writing that uses visual elements as an integrant part: photos , white pages, die-cut or something never seen before. These are the key elements of the story that is being told and without them this story would not be the same.

I think, like most interesting projects, this one begins with a question: why?
Why is so great the division between the design books, image-based and literature books, text-based?

"Tree of Codes" is a book by Jonathan Safran Foer produced entirely with the technique of die-cut .
Worth seeing the little videos.

Jardim do Torel

On
April 15, 2011

No dia 13 de Abril, quarta-feira, foi o dia de aniversário da minha amiga Cristina. Ela escolheu passar o dia comigo e eu levei-a às minhas esplanadas favoritas.
Lisboa presenteou-nos às duas com as suas maiores belezas: sol e paisagens urbanas maravilhosas.

Ao final da tarde a Cristina levou-me ao Jardim do Torel. E foi um dia perfeito.

Obrigada Nitas!!!

::

On April 13, Wednesday, was the birthday of my friend Cristina. She chose to spend the day with me and I took her to my favorite terraces.
Lisbon has presented both of us with her greatest beauty: the sun and the marvelous urban landscapes.

By late afternoon Cristina took me to the Jardim do Torel. It was a perfect day.

Thank you Nitas!

Summer dream

On
April 15, 2011

Time wasting experiments

On
April 15, 2011

Para quem gosta de "perder" tempo a reflectir sobre planos impossíveis, a construir sonhos e castelos de areia, a sofrer anticipadamente segundo a estranha teoria de que os pensamentos negativos podem originar acções positivas ou simplesmente para quem gosta de tinta e papel e pessoas com imaginações e mentes maravilhosas.

The Time Wasting Experiments é um projecto da artista, Alyson Provax.


::

For those who like to "lose" time reflecting on impossible plans, building dreams and sand castles, anticipating suffering according to the odd theory that negative thoughts can lead to positive action or simply for those who like ink and paper and people with wonderful imaginations and minds.

The Time Wasting Experiments is a project by the artist Alyson Provax.

Para tempos futuros

On
April 15, 2011

As wrist worms da Sandra Juto são muito bonitas e apetecíveis.


::

The wrist worms by Sandra Juto are very beautiful and tempting.

Livros

On
April 15, 2011

Lembram-se de vos ter falado de Jillian Tamaki aqui? Ela está de volta com estes fantásticos livros bordados que produziu para a Pinguin.

Mais uma vez, na era em que tudo parece volátil e obsoleto, é bom encontrar coisas que perduram pelo valor que têm, pelo trabalho que deram a ser construídas, ou apenas porque são belas.


::

Do you remember when I spoke about Jillian Tamaki aqui? She's back with these fantastic embroidery books produced for Pinguin.

Once again, in an era where everything seems volatile and obsolete, it is good to find things that last for the value they have, the construction work they have behind, or just because they are beautiful.

Poesia Fotográfica

On
April 11, 2011

"Eu e tu, Lisboa. Eu, feito de praças, avenidas, becos, escadinhas, e tu, feita de esperança, olhos a brilhar. Às vezes, quase acredito que és demasiado nova para mim mas, depois, falas-me daquilo que aprendeste e tenho de abraçar-te. Talvez assim nos misturemos mais ainda."
– José Luís Peixoto –


::

"You and I, Lisbon. Me, made ​​of squares, avenues, alleys, stairways, and you made ​​of hope, shining eyes. Sometimes I almost believe you are too young for me but then you speak to me about what you learned and I have to embrace you. Perhaps this way we'll be even more blended."
– José Luís Peixoto –

How graphic design can change your life

On
April 11, 2011


Imagino que para quem não é designer este vídeo pouco interessará. Mas para mim foi extremamente reconfortante ouvir alguém falar sobre design gráfico de uma forma tão genuína e clara.

Quem somos nós hoje? Que idioma falamos? Não interessa. Interessa o ritmo, a música e o espaço que o design ocupa. E hoje, visualmente, somos todos parecidos. Temos todos o mesmo idioma. Só nos expressamos em dialectos diferentes.

Segundo Eric Spiekermann, temos de sair. Temos de viajar. Porque não há nada melhor do que perceber que a 2000 km da nossa porta as coisas são diferentes. As coisas são diferentes quando nos movemos. Temos de ler o máximo que conseguirmos. Temos de ouvir o máximo que conseguirmos. Temos que nos encontrar com o máximo de pessoas que conseguirmos. E quando pensarmos que a nossa cabeça está praticamente cheia, começamos de novo, porque a nossa cabeça está apenas e ainda, vazia.

(a exposição Erik Spiekermann. The Face of Type. estará em Berlim até dia 6 de Junho)

::

I imagine that for those who are not designers this video will have little interest. But for me it was very comforting to hear someone talk about graphic design in a way so genuine and clear.

Who are we today? What language do we speak? It doesn't matter. What matters is the rhythm, the music and the space that design takes up. And today, visually, we are all alike. We all have the same language. We only express ourselves in different dialects.

According to Eric Spiekermann, we have to leave our home. We have to travel. Because there's nothing better than to realize that the 2000 km from our door, things are different. Things are different when we move. We must read as much as we can. We must listen others as much as we can. We have to meet as many people as we can. And when we think that our head is nearly full, we start again, because our head is still empty.

(the exibition Erik Spiekermann. The Face of Type. will be in Berlin until June 6)

Horto

On
April 10, 2011

Esta semana fui ajudar um amigo a comprar vasos e dei por mim no Horto do Campo Grande ("franchising" de Cascais).
Trocámos histórias sobre plantas como se estas fossem pessoas, nossas velhas amigas. E passeámos um pouco no meio de cheiros e cores que nos transportam para fora da cidade.

O horto é um lugar que me deixa serena e feliz.

::

This week I was helping a friend to buy pots and I found myself in the Campo Grande Horto ("franchising" in Cascais).
We exchanged stories about plants as if they were people, our old friends. And walk around in the middle of smells and colors that carry us out of the city.

The Horto is a place that makes me feel peaceful and happy.

"Lessons I've Learned through Meals"

On
April 08, 2011

Tenho andado a pensar intensivamente e obcessivamente sobre uma ideia. Como no filme "Inception": estou possuída por uma pequena ideia que muda tudo.
Preciso de encontrar dentro de mim uma forma de relacionar o design com a minha vida, com os meus gostos, com as minhas rotinas.

Ainda não encontrei as respostas ou as soluções que procuro. Ainda me sinto dispersa e com muitas pontas soltas.

Mas encontrei alguém que fez exactamente aquilo que eu gostaria. Transformou o seu quotidiano num projecto. E fez um trabalho divertido, bom e funcional. O seu nome é Victor Mathieux.

::

I've been thinking intensively and obsessively on one idea. As in the movie "Inception": I am possessed by a small idea that changes everything.
I need to find in me a way to relate the design with my life, my tastes, my routines.

I have not found the answers or solutions that I seek. I still feel scattered and with many loose ends.

But I found someone who did exactly what I want. Transformed his daily live in a project. And he did a fun, good and functional work. His name is Victor Mathieux.

Mood board

On
April 07, 2011